Documentário inédito homenageia Saramago - Santa Tereza Tem
Logo

Documentário inédito homenageia Saramago

Documentário inédito homenageia Saramago, com estreia em BH, nesta 5ª

José Saramago_credito Nuno

Saramago, acima de tudo um humanista. Foto: Nuno Ferreira Santos

A estreia do documentário “Um humanista por acaso escritor”, com direção de Leandro Lopes, compõe as homenagens do aniversário de cinco anos de morte do escritor português José Saramago. O documentário será exibido ao público pela primeira vez nesta quinta-feira, 18 de junho, simultaneamente em quatro cidades. Em Belo Horizonte, o evento será aberto com um sarau de textos de Saramago e seguido da exibição, a partir das 19 horas, no Galpão Cine Horto.

O média-metragem independente “um humanista por acaso escritor”, documentário produzido e filmado seguindo alguns dos rastros de Saramago pelo mundo, será exibido de forma simultânea em quatro cidades. Em Lisboa, Portugal, berço da maturidade literária de Saramago, o filme integra a programação oficial da Fundação José Saramago. Em Recife, onde parte do documentário foi gravada, o evento terá sede no Gabinete Português de Leitura. A cidade natal do diretor e realizador Leandro Lopes, Serrinha, no sertão da Bahia, também exibirá o filme, assim como o Galpão Cine Horto, em Belo Horizonte, onde Leandro mora.

Sarau – O evento belorizontino convida escritores, poetas, leitores, entusiastas, ativistas e artistas e toda gente para um sarau antes da exibição. “O formato será de livre participação, tendo José Saramago como homenageado. A ideia é que todos tragam seus livros preferidos e escolham trechos para compartilhar entre os presentes”, sugere o diretor.

Leandro Lopes

Leandro Lopes assina roteiro e direção

Natural de Serrinha, interior da Bahia, o jornalista e cineasta Leandro Lopes atualmente reside no bairro Santa Tereza, em Belo Horizonte. Para concepção deste documentário como sensível análise sobre a vida de Saramago, Leandro foi a Portugal e percorreu vestígios do autor, esposo, avô e, acima de tudo, humanista. Entre os entrevistados estão: os escritores ganhadores do Prêmio José Saramago: Valter Hugo Mãe, Andréa Del Fuego e Gonçalo M. Tavares; a presidenta da Fundação José Saramago e viúva, Pilar Del Rio; a curadora da Fundação José Saramago e neta, Ana Matos Saramago; o diretor do filme “José e Pilar”, Miguel Gonçalves Mendes; e o editor português Zeferino Coelho. “Os depoimentos, memórias e legados ajudam a reconstituir a áurea do escritor que, mais do que com a literatura ou com a finitude da vida, se preocupava com a humanidade e com o que é possível fazer por ela”, revela Leandro.

Estreia de “Um Humanista por Acaso Escritor”
Dia: 18/06/15, a partir das 19h
Programação:
19h – Sarau (com leituras de trechos da obra de José Saramago)
20h – Pequeno comes e bebes para os participantes
20h30 – Exibição do documentário 
Local: Galpão Cine Horto – Rua Pitangui, 3613, bairro Horto, Belo Horizonte
Entrada Gratuita – Ingressos distribuídos uma hora antes.

 

Anúncios